Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
20 de abril de 2019
Remanso News
  • Home
  • Esportes
  • Ricciardo surpreende os favoritos e vence o GP da China na Fórmula 1
Esportes

Ricciardo surpreende os favoritos e vence o GP da China na Fórmula 1

Nem Sebastian Vettel, nem Lewis Hamilton. O GP da China de Fórmula 1 ficou nas mãos de Daniel Ricciardo. O australiano da Red Bull largou em sexto neste domingo, mas deixou para trás os favoritos em uma prova surpreendente e faturou no Circuito Internacional de Xangai a primeira vitória da equipe nesta temporada.

Foram 15 provas sem subir ao lugar mais alto do pódio, mas Ricciardo encerrou o jejum em grande estilo. O australiano aproveitou a entrada do Safety Car para diminuir a distância para os líderes e, depois, ganhou posição por posição graças a belas ultrapassagens.

Pior para os favoritos ao títulos, Sebastian Vettel e Lewis Hamilton. Vettel, da Ferrari, até largou na ponta, mas não resistiu às investidas de Ricciardo e ainda foi prejudicado por uma tentativa de manobra do companheiro do australiano, Max Verstappen, o que o fez terminar em oitavo. Já Hamilton, da Mercedes, esteve longe de seus melhores dias e teve que se contentar com a quarta colocação.

O resultado ainda embolou a briga pelo título do Mundial de Pilotos. Vettel continua na ponta, agora com 54 pontos, mas já vê as aproximações perigosas de Hamilton, com 45, Valtteri Bottas, com 40, e do próprio Ricciardo, com 37.

Neste domingo, quando as luzes verdes se acenderam e a largada foi dada, ninguém poderia imaginar o resultado final da prova. Vettel manteve a ponta, seguido por Bottas, Verstappen e Raikkonen. Hamilton saiu mal e caiu para a quinta colocação, enquanto Ricciardo manteve o sexto lugar.

Nos boxes, porém, a Mercedes foi mais competente do que a Ferrari e fez com que Bottas se aproximasse do líder. Graças a uma manobra arrojada, o finlandês assumiu a ponta na 27.ª volta e, então, a prova parecia destinada a ser disputada pelas duas principais equipes da Fórmula 1.

Mas tudo mudou na 31.ª volta. Os dois carros da Toro Rosso, pilotados por Pierre Gasly e Brendon Hartley, bateram e exigiram a entrada do Safety Car. Começava, então, o show de Ricciardo.

O australiano aproveitou a aproximação dos carros para brilhar. Primeiro, fez bela ultrapassagem sobre Raikkonen para ganhar o quinto lugar. Na estratégia, Verstappen e Hamilton ficaram para trás. Uma bela ultrapassagem sobre Vettel deu a Ricciardo a segunda colocação na 42.ª volta.

Pouco depois, Verstappen seguiu o exemplo de seu companheiro e tentou a manobra sobre Vettel, mas, desajeitado, tocou o carro do alemão e os dois rodaram. Pior para o piloto da Ferrari, que demorou mais para se restabelecer, perdeu tempo e terminou somente na oitava posição.

Mais rápido, Ricciardo, então, iniciou o ataque a Bottas. E finalmente conseguiu a primeira colocação na 45.ª volta, para não mais largá-la. O finlandês teve que se contentar com o segundo lugar, enquanto Raikkonen completou o pódio.

Hamilton, bem abaixo dos rivais, ainda foi beneficiado pela punição de Verstappen, que teve 10 segundos acrescidos ao seu tempo final por conta do acidente com Vettel. O inglês terminou na quarta colocação, seguido pelo holandês.

Nico Hulkenberg, da Renault, foi o sexto. Em sétimo, chegou Fernando Alonso, que superou a largada em 13.º para somar pontos mais uma vez com sua McLaren. Só então chegou o líder do Mundial, Vettel, seguido por Carlos Sainz Jr. e Kevin Magnussen.

Depois da movimentada prova na China, a Fórmula 1 retorna em duas semanas, com o GP do Azerbaijão. A prova em Baku será disputado no dia 29 de abril, às 9h10 (horário de Brasília).

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO FINAL DO GP DA CHINA:
1.º – Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), em 1h35min36s380

2.º – Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), a 8s894

3.º – Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), a 9s637

4.º – Lewis Hamilton (ING/Mercedes), a 16s985

5.º – Max Verstappen (HOL/Red Bull), a 20s436

6.º – Nico Hülkenberg (ALE/Renault), a 21s052

7.º – Fernando Alonso (ESP/McLaren), a 30s639

8.º – Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), a 35s286

9.º – Carlos Sainz Jr. (ESP/Renault), a 35s763

10.º – Kevin Magnussen (DIN/Haas), a 39s594

11.º – Esteban Ocon (FRA/Force India), a 44s050

12.º – Sergio Perez (MEX/Force India), a 44s725

13.º – Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren), a 49s373

14.º – Lance Stroll (CAN/Williams), a 55s490

15.º – Sergey Sirotkin (RUS/Williams), a 58s241

16.º – Marcus Ericsson (SUE/Sauber), a 62s604

17.º – Romain Grosjean (FRA/Haas), a 65s296

18.º – Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso), a 66s330

19.º – Charles Leclerc (MON/Sauber), a 82s575

Não completou a prova:

Brendon Hartley (NZL/Toro Rosso)

Estadão Conteúdo

Posts relacionados

Noticias da Cidade: 14° Motocross de Remanso será realizado em dezembro

Redação Remanso News

Com casa cheia, Vasco vence o Bahia por 2 a 1 no São Januário

Redação Remanso News

Ladrão apanha de lutadora do UFC

Redação Remanso News

Garrincha homem de pernas tortas faria 83 anos

Redação Remanso News

Juazeirense patrocinado pelo bolsa atleta da prefeitura de Juazeiro é o 36° melhor do país

Redação Remanso News

Bahia sai atrás, chega a empatar, mais é goleado pelo Flamengo

Redação Remanso News

Deixe um comentário