Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
26.3 C
Remanso, BR
18 de novembro de 2018
Remanso News
  • Home
  • Destaque
  • Fogo no Parque Nacional Boqueirão da Onça é considerado extinto segundo ICMBio
Destaque

Fogo no Parque Nacional Boqueirão da Onça é considerado extinto segundo ICMBio

Após duas semanas combatendo as chamas, o incêndio no Parque Nacional Boqueirão da Onça é considerado extinto. Foram 3224 hectares consumidos pelo fogo, após análise da imagem obtida pelo Satélite Modis e Coordenação Geral de Proteção do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

O estrago não foi maior graças ao trabalho exaustivo das equipes de 77 brigadistas do Ibama, ICMBio, Grupo Ambiental do Torto e Brigada voluntária de Tejuco, quatro aviões Air Tractor, um helicóptero operando na área e três carros pipas. Além de cinco servidores do Ibama e Icmbio no comando da operação, dez funcionários da Prefeitura Municipal de Sento-Sé, dois voluntários do pró carnívoros e cinco do Cemafauna.

O incêndio foi detectado pelo satélite dia 28 de agosto, controlado em duas semanas de trabalho intenso das equipes em terra e no ar. Já na quinta-feira, dia 13, no sobrevoo de avaliação da área foi detectado outro incêndio, distante aproximadamente 35 km do primeiro, mas logo no fim de semana foi eliminado.

Os dois casos têm algo em comum: indícios da ação humana, no segundo caso foram encontrados “moradores” de futuros 15 lotes irregulares espalhados pela Caatinga (dentro e no limite do Parque), barracas, bicicleta, cachorros, além de animais para consumo humano.

O Boqueirão da Onça é um refúgio de animais e de vegetação exuberante. É uma área importante também pelas cavernas, grutas, cânions e pinturas rupestres. A área afetada pelo fogo ocupa aproximadamente 1% do parque, mas representa a perda de vegetação e espécies animais.

Um prejuízo enorme para o parque, pois a recuperação é longa. Ações de comunicação com as comunidades e de vistoria de áreas ocupadas serão realizadas ainda neste semestre, para inibir a ocupação irregular, a abertura de áreas no interior do parque e o uso inadequado do fogo. Precisamos do auxílio de toda a sociedade para conservar este ambiente único e importante.

Ascom Tâmara Tárcia

Posts relacionados

Explosão em caixa eletrônico destrói supermercado em LEM

Redação Remanso News

Voto de cabresto: entenda seu funcionamento e como identificá-lo hoje

Redação Remanso News

MENSALÃO: STF concede perdão judicial a José Genoino

Redação Remanso News

Ação que facilita acesso a água é realizada pela codevasf em comunidades rurais de Remanso, Campo Alegre de Lourdes, Pilão Arcado, Sento-Sé e outras cidades da região

Redação Remanso News

Governo Federal articula método para que os Procons passam a fiscalizar hospitais e planos de saúde

Redação Remanso News

Serra teria recebido R$ 23 milhões da Odebrecht, diz jornal

Redação Remanso News

Deixe um comentário