Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
21.3 C
Remanso, BR
27 de junho de 2019
Remanso News
  • Home
  • Destaque
  • Remanso, Campo A. de Lourdes, Pilão Arcado, Sento Sé, Casa Nova, Sobradinho, Juazeiro e mais 200 municípios terão aumento na participação do ICMS em 2019
Destaque Pilão Arcado Remanso

Remanso, Campo A. de Lourdes, Pilão Arcado, Sento Sé, Casa Nova, Sobradinho, Juazeiro e mais 200 municípios terão aumento na participação do ICMS em 2019

Em 2019, Remanso, Campo A. de Lourdes, Pilão Arcado, Sento Sé, Casa Nova, Sobradinho, Juazeiro e mais 200 municípios baianos terão aumento de participação na arrecadação proveniente do rateio de 25% do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS), enquanto outros 210 irão sofrer redução em suas cotas de participação na arrecadação, em relação a 2018.  Algumas cidades se destacaram com uma variação positiva, entre elas os municípios de Nordestina (Região Nordeste), com 61,27%, e Maracás (Região Centro-Sul), que registrou crescimento de 51,34% enquanto as maiores variações negativas ficaram com Maragogipe (Mesorregião Metropolitana de Salvador), com menos 52,74% em relação a 2018, e Paulo Afonso (Mesorregião Vale Sanfranciscana), com uma queda de 40,80%. Os números foram conhecidos a partir da aprovação, na última quinta-feira (13), pelos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA), da resolução que fixa os percentuais do Índice de Participação dos Municípios (IPM) para aplicação em 2019. Para o presidente do TCE/BA, conselheiro Gildásio Penedo filho, esse é um dos trabalhos mais importantes realizados pelo Tribunal, devido ao alcance dos resultados e impacto na economia dos 417 municípios do estado, “ cuja maioria tem no Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e no ICMS suas principais fontes de receita”. No que diz respeito aos municípios que tiveram variação positiva, 75,36% registraram aumento de participação na arrecadação igual ou menor que 5%; 12,08 % terão aumento maior que 5% e igual ou menor a 10%; e 12,56% registram aumento superior a 10%. Já sobre os municípios que sofreram variação negativa em relação a 2018, um percentual de 67,62% viram sua participação na arrecadação cair em uma taxa menor ou igual a 5%; 17,62% terão redução maior que 5% e menor ou igual a 10%; e 14,76% terão redução superior a 10%.

Confira a posição de todos os municípios veja aqui

Posts relacionados

Governo de Rui Costa já cortou mais de 800 cargos comissionados

Redação Remanso News

Municípios de Remanso, Campo A. de Lourdes, Sento Sé, Pilão Arcado, Casa Nova e região serão beneficiados com cisternas do Consórcio Sustentável do Território do São Francisco

Redação Remanso News

Sobradinho vai diminuir a vazão

Redação Remanso News

Remansense dá aulas de dança para pessoas com deficiência em Juazeiro

Redação Remanso News

Superlotação e caos nos hospitais de Juazeiro e Petrolina provocam revolta nos familiares das gestantes

Redação Remanso News

Sol começa o ano com ‘buraco’ perto do polo sul do astro

Redação Remanso News

Deixe um comentário