Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
23.3 C
Remanso, BR
23 de março de 2019
Remanso News
  • Home
  • Destaque
  • Prefeituras de Remanso, Pilão Arcado, Campo A. de Lourdes, Sento Sé, Casa Nova, Juazeiro e região recebem nesta quinta-feira, (10), primeiro repasse do FPM de janeiro de 2019, com alta de 19,87 %
Destaque Remanso

Prefeituras de Remanso, Pilão Arcado, Campo A. de Lourdes, Sento Sé, Casa Nova, Juazeiro e região recebem nesta quinta-feira, (10), primeiro repasse do FPM de janeiro de 2019, com alta de 19,87 %

O primeiro repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do mês entra nas contas das Prefeituras nesta quinta-feira, dia 10 de janeiro de 2019. Segundo levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM), o montante a ser transferido para todos os municípios será de R$ 3,1 bilhões.

O montante que deve ser pago aos Municípios nesta quinta-feira, 10 de janeiro, leva em consideração a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, quando somado o Fundeb, o valor é de R$ 3,9 bilhões.

Segundo as informações da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), o 1º decêndio de janeiro de 2019, comparado com mesmo decêndio do ano anterior, apresentou um crescimento de 19,87%. Quando leva em conta a inflação do período, comparado ao mesmo período do ano anterior, o crescimento é de 16,05%. A área de Estudos Técnicos da Confederação Nacional de Municípios (CNM) explica que o primeiro decêndio sofre influência da arrecadação do mês anterior, uma vez que a base de cálculo para o repasse leva em conta os dias de 20 a 30. A CNM destaca, no entanto que o FPM, bem como a maioria das receitas de transferências do País, não apresenta uma distribuição uniforme ao longo do ano.

A Confederação ressalta que é preciso planejamento e reestruturação dos compromissos financeiros das prefeituras para que seja possível o fechamento das contas sem que haja ônus para os gestores municipais. A CNM esclarece também aos gestores municipais para manterem cautela em suas gestões e ficarem atentos ao gerir os recursos municipais dentro do próprio mês, uma vez que os valores previstos sempre são diferentes dos valores realizados.

Congelamento do FPM
A entidade salienta que devido a publicação da Decisão Normativa 173/2019, no dia 7 de janeiro de 2019, pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que confirma o congelamento do FPM de 129 localidades com redução populacional na última estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os valores que estão nas tabelas por coeficientes podem sofrer alteração.

Confira aqui o estudo completo e o valor do Primeiro FPM de janeiro de 2019, que sera creditado pra seu Município.

Posts relacionados

Remanso comemora 116 anos de emancipação política

Redação Remanso News

Sindicalistas vão cobrar Moro por ‘prejuízos’ da Lava Jato, a mando de Lula

Redação Remanso News

Vírus misterioso que paralisa crianças intriga médicos nos EUA

Redação Remanso News

Justiça nega pedido de anulação do Enem e do Sisu feita pelo MPF do Piauí

Redação Remanso News

‘Se não tenho apoio do Congresso, tô ferrado’, disse Temer em áudio

Redação Remanso News

Em Salvador, prefeito de Remanso Zé Filho apresenta reivindicações ao senador Otto Alencar

Redação Remanso News

Deixe um comentário