25.2 C
Remanso, BR
1 de abril de 2020
Remanso News
  • Home
  • Geral
  • Por 3 votos a 1, STF decide mandar goleiro Bruno de volta à prisão
Geral

Por 3 votos a 1, STF decide mandar goleiro Bruno de volta à prisão

Por 3 votos a 1, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a volta do goleiro Bruno Fernandes à prisão. Condenado em primeira instância pela morte da ex-namorada Eliza Samudio, o jogador foi solto em 21 de fevereiro por decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do mesmo STF. Na última quinta-feira, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu à Corte a revogação da decisão que colocou o atleta em liberdade.

Bruno foi condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato e ocultação do cadáver de Eliza, com quem teve um filho. Atualmente, Bruno é contratado pelo Boa Esporte, time da segunda divisão de Varginha, em Minas Gerais. Diversos patrocinadores do clube mineiro rescindiram os contratos devido a contratação do goleiro.

O ministro Alexandre de Moraes, relator do caso, foi o primeiro a se manifestar contra a decisão de Marco Aurélio – ele foi seguido pela ministra Rosa Weber e Luiz Fux. Marco Aurélio defendeu a concessão do habeas corpus em razão do tempo que o goleiro aguarda na prisão (quase sete anos) pelo julgamento de um recurso no Tribunal de Justiça de Minas Gerais. “Nada justifica prisão processual de seis anos e sete meses”, afirmou o ministro. O ministro Luís Roberto Barroso, que também integra a Primeira Turma da Corte, está viajando e não participou da sessão.

No pedido de revogação do habeas corpus, Janot argumentou que a própria defesa contribuiu para o eventual prolongamento do prazo para julgamento da ação. “Anote-se que a execução provisória da pena se deu a pedido da própria defesa, na ocasião do recurso de apelação. Isso reforça a ausência de prejuízo ao sentenciado”, disse.

VEJA.com

Posts relacionados

Saiba qual a nova função liberada pelo Whatsapp para usuários de iPhone

Redação Remanso News

Empresa que remarcou passagem de ônibus errada é condenada a indenizar consumidor

Redação Remanso News

Intermunicipal:Remanso empata com Uruçuca em casa

Redação Remanso News

Anvisa marca julgamento da maconha medicinal para próxima terça

Redação Remanso News

Sento Sé: Nutricionista da Secretaria de Educação realiza capacitação com profissionais responsáveis pela manipulação de alimentos

Redação Remanso News

Após escândalo milionário, Dony de Nuccio pede demissão da Globo

Redação Remanso News

Deixe um comentário