Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
27 C
Remanso, BR
20 de fevereiro de 2019
Remanso News
  • Home
  • Destaque
  • Senadores que revelaram voto podem ser punidos e perder o mandato; veja quem são
Destaque Política

Senadores que revelaram voto podem ser punidos e perder o mandato; veja quem são


Assim como Major Olímpio (PSL-SP), parte dos senadores apresentou o voto antes de depositar na urna, foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Os senadores da República que apresentaram publicamente a cédula de voto na eleição da presidência do Senado podem perder temporariamente o mandato por quebra de sigilo. O gesto é considerado proibido por ir contra o que diz o regimento interno da Casa. 

O artigo 60 do regimento assegura que “a eleição dos membros da Mesa será feita em escrutínio secreto, exigida maioria de votos, presente a maioria da composição do Senado”. 

O caso de quem revelou o voto antes de fazer o depósito na urna pode ser levado ao Conselho de Ética. O artigo 10 do código de ética diz que a prática pode haver “perda temporária do exercício do mandato” caso o parlamentar “revelar conteúdo de debates ou deliberações que o Senado ou Comissão haja resolvido devam ficar secretos”.

O cearense Eduardo Girão (PROS) chegou a liderar um movimento interno para que a eleição da presidência do Senado fosse aberta. Um abaixo-assinado foi feito com 46 assinaturas. 

Nesta sexta-feira (1°), ao ser colocada em votação, a tese de voto aberto recebeu 50 votos favoráveis e apenas dois contrários. O caso foi levado ao Supremo Tribunal Federal (STF), que derrubou a decisão dos senadores. 

Parlamentares como Eduardo Girão (PROS) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) chegaram a afirmar que não temiam processo no Conselho de Ética por apresentar a cédula para as televisões. 

Confira os parlamentares que apresentaram o voto:

Mara Gabrilli (PSDB-SP)
Flávio Bolsonaro (PSL-RJ)
Roberto Rocha (PSDB-MA)
Antonio Anastasia (PSDB-MG)
Carlos Viana (PSD-MG)    
Rodrigo Pacheco (DEM-MG)
Vanderlan Cardoso (PP-GO)
Jorge Kajuru (PSB-GO)
Selma Arruda (PSL-MT)
Jayme Campos (DEM-MT)
Eduardo Girão (PROS-CE)
Dário Berger (MDB-SC)
Esperidião Amin (PP-SC)    
Jorginho Mello (PR-SC)
Alessandro Vieira (PPS-SE)
Plínio Valério (PSDB-AM)
Flávio Arns (REDE-PR)
Oriovisto Guimarães (PODE-PR)
Fabiano Contarato (REDE-ES)    
Marcos do Val (PPS-ES)    
Rose de Freitas (PODE-ES)
Leila (PSB-DF)
Izalci Lucas (PSDB-DF)
Reguffe (Sem partido-DF)
Marcos Rogério (DEM-RO)
Randolfe Rodrigues (REDE-AP)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Major Olimpio (PSL-SP)
Antônio Anastasia (PSDB-MG).

Fonte: DN

Posts relacionados

Prefeito de Casa Nova assina ordem de serviços para construção do Pátio de Eventos e pavimentação de entorno

Redação Remanso News

Elevação do nível do mar deve aumentar risco de desastres naturais no Brasil

Redação Remanso News

Curto e grosso 

Redação Remanso News

Supremo julga nesta terça novo pedido para soltar Lula

Redação Remanso News

Especulado como secretário, Otto seria ‘excelente nome’ para Serin, afirma Rui

Redação Remanso News

Beto Albuquerque atravessa Lídice e negocia ida de ACM Neto para o PSB

Redação Remanso News

Deixe um comentário