Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
27 C
Remanso, BR
22 de novembro de 2019
Remanso News
  • Home
  • Brasil
  • TSE cancela título de 2,5 milhões de eleitores com irregularidades
Brasil Destaque

TSE cancela título de 2,5 milhões de eleitores com irregularidades

A Justiça Eleitoral divulgou a relação das 2.486.495 pessoas que tiveram o título de eleitor cancelado por ausência nas últimas três eleições. Os cancelamentos são referentes às ausências nos dois turnos das majoritárias de 2018 e no pleito de 2016. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informa os eleitores irregulares em seu portal, na área “Serviços ao Eleitor – Situação eleitoral – consulta por nome ou título”. Também é possível conferir a validade do documento em qualquer cartório eleitoral.

Quem teve o título cancelado deve pagar uma multa para então regularizar a situação. O eleitor deve ir ao seu cartório eleitoral com documento de identificação com foto, comprovante de residência e o título, se ainda o possuir. Sem o título de eleitor, o cidadão pode ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e contrair empréstimos em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo. A irregularidade também pode gerar dificuldades de inscrição em concurso público, matrícula em estabelecimento público de ensino, além de impedir a obtenção de certidão de quitação eleitoral.

Foram cancelados 2.486.495 títulos, sendo 1.247.066 na região Sudeste, 412.652 no Nordeste, 292.656 no Sul, 252.108 no Norte, 207.213 no Centro-Oeste e 74.800 de eleitores residentes no exterior. O Estado de São Paulo lidera o número de cancelamentos, com 674.500 títulos cancelados. Em seguida está o Rio de Janeiro, com 299.121, Minas Gerais (226.761), Rio Grande do Sul (120.190), Paraná (107.815) e Goiás (96.813). Todas as estatísticas podem ser acessadas Portal do TSE.

Entre as capitais, São Paulo-SP é a recordista (199.136 cancelamentos). Em seguida, estão o Rio de Janeiro-RJ (126.251), Goiânia-GO (39.841), Manaus-AM (36.372), Curitiba-PR (35.539) e Brasília-DF (35.063). Belém, capital do Pará, teve apenas 12 títulos cancelados.

Estadão Conteúdo

Posts relacionados

Justiça determina que eleitos pelo sistema majoritário não perdem mandato por desfiliação partidária

Redação Remanso News

Contas de luz continuam com bandeira verde em abril, diz Aneel

Redação Remanso News

Após chuva, vários caminhões ficam atolados na BR-324 trecho que liga Remanso-BA a Dirceu Arcoverde-PI

Redação Remanso News

Clube Vellys de Remanso estará disputando o campeonato Baiano sub-20 2018

Redação Remanso News

Secretaria Municipal de Educação de Remanso realizou a entrega simbólica dos materiais pedagógicos adquiridos através do Programa Brasil Carinhoso

Redação Remanso News

Prefeito de Pilão Arcado e vice são cassados pelo TSE; município terá novas eleições

Redação Remanso News

Deixe um comentário