28.4 C
Remanso, BR
9 de agosto de 2020
Remanso News
  • Home
  • Destaque
  • Prefeitura de Sento Sé recua e volta a endurecer funcionamento do comércio; município restabelece novamente o toque de recolher
Destaque Sento-Sé

Prefeitura de Sento Sé recua e volta a endurecer funcionamento do comércio; município restabelece novamente o toque de recolher

O crescimento dos casos de coronavírus (Covid-19) obrigaram a Prefeitura de Sento Sé (BA) a cair em si e recuar na decisão que flexibilizou o funcionamento do comércio e estabeleceu o isolamento horizontal e parcial na cidade.

Nesta segunda-feira (20), foi publicado novo decreto (nº 92) com normas mais rígidas de quarentena, algumas bastante similares às primeiras adotadas no início da pandemia. O novo decreto entra em vigor hoje e tem validade até o dia 31 de Julho.

De acordo com o decreto, o município voltou a ter o toque de recolher, proibindo a circulação de pessoas e transportes nas vias públicas, das 20h da noite às 05h da manhã. E prorrogou o estado de emergência em saúde pública, por causa da pandemia do Coronavírus (COVID-19), até o dia 31 de julho de 2020.

Além do mais, ficou suspenso o funcionamento dos estabelecimentos comerciais não essenciais. Na comercialização de alimentos prontos para consumo é permitido só a entrega em domicílio (delivery).

Ainda, reduziu a jornada de funcionamento dos serviços essenciais que será de segunda-feira a sexta-feira, até as 18h. Aos sábados e domingos só funcionarão farmácias, postos de combustíveis (24h, todos os dias), bancos e serviços de delivery.

Também, suspendeu a abertura de igrejas, quaisquer cultos religiosos, centros de reuniões, festas e eventos. E retomou a proibição da entrada e a atuação de vendedores mascates, ficando sujeitos ao confisco da mercadoria em caso de desobediência.

Ainda, algumas medidas já conhecidas como uso obrigatório de máscaras de proteção pela população e a proibição de ingestão de bebidas alcoólicas nas vias públicas no município, foram reforçadas.

Além disso, a Guarda Civil Municipal e a Vigilância Sanitária dentro das suas competências, utilizarão do poder de polícia inerente à administração pública e aplicarão algumas penalidades como: advertência, multa, condução a Delegacia de Polícia; notificação, interdição e cassação de alvará.

Ademais, recomendou-se que os estabelecimentos comerciais instalem pia para higienização das mãos. O comerciante só permitirá a entrada no estabelecimento comercial do cliente que utilizar máscara de proteção.

Confira o decreto na Íntegra

Por: Gabriel Filliph

Posts relacionados

Senado aprova PL que eleva pena para estupro coletivo

Redação Remanso News

Comissão da Câmara aprova parecer da reforma trabalhista

Redação Remanso News

Lula monta conselho político para eventual candidatura

Redação Remanso News

Preço do feijão sobe 27% no primeiro mês de 2019 em Juazeiro-BA

Redação Remanso News

Em Salvador, prefeito de Remanso Zé Filho apresenta reivindicações ao senador Otto Alencar

Redação Remanso News

Irritada com PT, Dilma ameaça não ir à festa do partido neste sábado (27)

Redação Remanso News

Deixe um comentário