27.7 C
Remanso, BR
14 de abril de 2021
Remanso News
  • Home
  • Mundo
  • Biden indica que toda a população dos EUA terá acesso à vacina até agosto
Mundo

Biden indica que toda a população dos EUA terá acesso à vacina até agosto

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, adotou pela primeira vez um tom mais otimista em relação à pandemia do novo coronavírus. Todos os mais de 328 milhões de americanos poderão obter pelo menos a primeira dose de uma vacina contra a Covid-19 até o final de julho, ele indicou na terça-feira 16.

Durante uma reunião aberta na cidade de Milwaukee, em Wisconsin, o apresentador da CNN Anderson Cooper perguntou quando toda população “poderia assegurar a vacina”. Biden respondeu sem hesitação: “No final de julho deste ano”. Depois, especificou que a data é quando os imunizantes estarão “disponíveis”, mas pode demorar um pouco mais para aplicar as doses.

Mesmo assim, é a primeira vez que Biden fala com mais otimismo sobre a possibilidade de um retorno à normalidade, na medida do possível. Tão recentemente quanto na semana passada, o presidente lamento

quanto na semana passada, o presidente lamentou o “gigantesco” desafio logístico da campanha de vacinação, e desde o período de campanha procurou oferecer garantias realísticas, reporta o jornal The New York Times.

Desta vez, embora tenha dito que não queria “prometer demais”, o democrata afirmou que “no próximo Natal, acho que estaremos em uma situação muito diferente”.

Além disso, declarou que no início do próximo ano letivo – que nos Estados Unidos começa em setembro –, a nação estaria “significativamente melhor do que estamos hoje”.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDCs) publicaram na última sexta-feira 12 diretrizes que exortam os escolas a reabrirem o mais rápido possível, seguindo precauções de segurança.

Compra de vacinas
Na semana passada, o governo Biden fez a compra antecipada de mais 200 milhões de doses de vacinas contra o coronavírus. Somadas às que já haviam sido asseguradas, e representando

um aumento de 50% no estoque, são o suficiente para imunizar todos os adultos americanos (300 milhões de pessoas) até o final do verão boreal.

Temperado, o presidente fez a ressalva: “Uma coisa é ter a vacina. Outra coisa é ter vacinadores”.

Biden pediu novamente na terça-feira que os americanos se vacinassem. Segundo o Times, ele defendeu a vacina feita pela empresa Johnson & Johnson, que se

que se mostrou ligeiramente menos eficaz contra algumas das variantes mais contagiosas do coronavírus do que as duas já em uso – uma da Moderna e outra da Pfizer, em parceria com a BioNTech.

Segundo ele, se o fármaco for aprovado pela FDA (agência regulatória de medicamentos), a população precisa confiar na avaliação e aceitar o imunizante.

“A noção clara é: se você é elegível, e se [uma dose] estiver disponível, tome a vacina”, disse Biden.

Fonte: Veja

Posts relacionados

“Aquele pulmão de florestas é vital para o nosso planeta ”, diz Papa Francisco

Redação Remanso News

Neymar mira dobrar seu salário após interesse do Manchester United, diz jornal

Redação Remanso News

Polícia encontra 39 corpos dentro de caminhão em Londres

Redação Remanso News

EUA prometem ‘resposta arrasadora’ em caso de ataque nuclear norte-coreano

Redação Remanso News

Papa Francisco termina visita à Colômbia com ferimento no olho após queda

Redação Remanso News

China celebra o Ano do Porco com filme de Peppa Pig

Redação Remanso News

Deixe um comentário