25.8 C
Remanso, BR
22 de abril de 2024
Remanso News
  • Home
  • Brasil
  • Quanto é o abono do PIS/Pasep em 2023 e qual o calendário? Veja como consultar
Brasil

Quanto é o abono do PIS/Pasep em 2023 e qual o calendário? Veja como consultar

O dinheiro será pago a trabalhadores que tiveram suas carteiras assinadas em 2021

Legenda: O Pis/Pasep relativo a 2021 será pago neste ano de 2023.
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Cerca de 23,6 milhões de trabalhadores que tiveram suas carteiras assinadas em 2021 poderão sacar seus abonos salariais a partir do próximo mês. O calendário do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) foi aprovado no ano passado pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) e segue até julho deste ano.

Do total de trabalhadores beneficiados pelo abono, 21,4 milhões trabalham na iniciativa privada e 2,2 milhões são servidores públicos, empregados de estatais e militares. 

Os pagamentos serão divididos em seis lotes, com base no mês de nascimento, no caso do Pis, e no número final de inscrição, no caso do Pasep, segundo a Agência Brasil. O dinheiro poderá ser sacado até 28 de dezembro deste ano. Passado esse prazo, o trabalhador terá de aguardar uma convocação especial do Ministério do Trabalho e Emprego.

QUEM TEM DIREITO AO ABONO?

Está apto a receber o benefício o trabalhador inscrito no Pis/Pasep há cinco anos, pelo menos, e que tenha trabalhado formalmente por 30 dias, no mínimo, no ano-base considerado para apuração — neste caso, 2021. Além disso, é preciso que a remuneração mensal média tenha sido de até dois salários mínimos e que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais.

O valor do abono varia de acordo com o período trabalhado pelo empregado com carteira assinada no ano específico. Cada mês de trabalho equivale a R$ 108,50, com períodos iguais ou superiores a 15 dias contados no mês cheio. Isso significa que, quem trabalhou um ano inteiro com carteira assinada, receberá o salário mínimo cheio, de R$ 1.302.

COMO SACAR O MEU PIS/PASEP?

Trabalhadores da iniciativa privada com conta-corrente ou poupança na Caixa receberão automaticamente o abono no banco, conforme o mês de nascimento. Os demais beneficiários receberão o dinheiro por meio da poupança social digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem.

Em caso de o funcionário não ter a conta digital, o saque poderá ser efetuado com o Cartão do Cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, nas unidades lotéricas, nas agências ou no Caixa Aqui.

Já o abono do Pasep será creditado em conta para quem é correntista ou tem poupança no Banco do Brasil. Quem não tiver a conta, poderá efetuar a transferência via TED para um banco de sua titularidade por meio dos termianis de atendimento e do portal www.bb.com.br/pasep ou no guichê de caixa das agências.

VEJA O CALENDÁRIO DE SAQUE DO PIS/PASEP

PARA QUEM TRABALHA NA INICIATIVA PRIVADA E RECEBE PIS

Calendário 1
Legenda: Para os que recebem Pis, o calendário é com base na data de nascimento.Foto: Reprodução/Agência Brasil

PARA QUEM É SERVIDOR PÚBLICO E RECEBE PASEP

Calendário 2
Legenda: Para quem recebe Pasep, o calendário é com base no número de inscrição.Foto: Reprodução/Agência Brasil

COMO CONSULTAR MEU PIS/PASEP?

Pelo aplicativo Caixa Tem, é possível consultar o calendário de pagamentos e as parcelas liberadas do Pis/Pasep, além de tirar dúvidas.

Publicidade

Posts relacionados

Petrobras estuda rever frequência de reajustes de preços de combustíveis

Redação Remanso News

Brasil registra 4.507 casos confirmados de sarampo

Redação Remanso News

Justiça eleitoral disponibiliza sistema de candidaturas para eleições municipais 2016

Redação Remanso News

Conselho de Ética deve instalar nesta terça processo para investigar Cunha

Redação Remanso News

Vereador é suspenso por piada sobre a morte de Eduardo Campos

Redação Remanso News

Aquecimento global é tri: 2016 bate novo recorde de temperatura

Redação Remanso News

Deixe um comentário