Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
22.7 C
Remanso, BR
23 de janeiro de 2020
Remanso News
  • Home
  • Esportes
  • Anderson Silva e a chance de apagar uma mancha em seu legado
Esportes

Anderson Silva e a chance de apagar uma mancha em seu legado

BBp5D2D

                           © Reprodução Anderson Silva enfrentará Michael Bisping em fevereiro de 2016

Anderson Silva não tem vivido bons momentos no UFC desde que foi destronado por Chris Weidman em julho de 2014.
Logo em sua revanche, em dezembro daquele mesmo ano, sofreu aquela terrível lesão na canela e ficou um ano parado. Voltou 13 meses depois vencendo Nick Diaz, mas teve o resultado anulado por ter sido pego no antidoping. Sua defesa neste caso só piorou a situação (alegou ter usado um viagra tailandês contaminado), e o brasileiro foi punido com 12 meses de suspensão, que acabaram no fim de janeiro.

Assim, Anderson Silva está apto a lutar novamente.

E está escalado para enfrentar Michael Bisping no dia 27 deste mês, em Londres, cidade que traz boas recordações ao “Spider” por conta de suas ótimas atuações no Cage Rage antes de ir para o UFC.

“Além do Bisping, quero fazer mais três combates neste ano, e, vencendo, quero uma oportunidade pelo título novamente. Torço para que papai do céu me abençoe e que nada mais me pare”, disse Anderson ao programa “Passando a Guarda” desta semana.

Para quem esperava que o ex-campeão voltasse em um ritmo mais lento e fizesse poucas lutas até se aposentar, parece que seus planos não são bem assim.

Nada vai apagar o que ele fez dentro do octógono no período em que brilhou como campeão. Suas atuações contra Vitor Belfort, Chael Sonnen, Forrest Griffin, Rich Franklin, Dan Henderson, etc, consagraram o brasileiro como o maior nome que pisou na organização.

Mas reconquistar aquele cinturão que já foi seu parecia um desejo bem improvável, afinal, não são poucas as pessoas que dizem que Anderson caiu pela primeira vez diante de Weidman pela total falta de motivação naquela época. Lutou porque tinha que lutar, dizem.

Anderson pode estar lutando para recuperar sua imagem arranhada pelo caso de doping? Por que não? O “Spider” era o principal ídolo brasileiro no esporte e viu seu mundo desabar em 2015 com toda aquela polêmica.

O outrora gênio do UFC passou a ser chamado de trapaceiro por fãs e rivais, que não titubearam para disparar contra ele assim que o caso explodiu na mídia. E, convenhamos, a defesa do ex-campeão em seu julgamento não ajudou nada.

Talvez Anderson nem ligue para isso, sonha com o cinturão apenas para aumentar sua conta bancária e voltar a ser reconhecido como o melhor de todos, mas este blogueiro solicita uma licença poética para acreditar que ele quer se aposentar por cima e ser lembrado sempre ao lado de grandes nomes que muito fizeram pelo esporte no Brasil e estão fora de atividade, de Hélio Gracie a Minotauro.

Por tudo que já fez, seria uma tremenda injustiça ver um baita legado ser manchado por um fim de carreira ruim.

Michael Bisping será o pontapé inicial nesta nova missão do “Aranha”

Gleidson Venga, blogueiro do ESPN.com.br

Posts relacionados

Nocaute espetacular marcou estreia internacional de jovem lutador Juazeirense

Redação Remanso News

Luiz Gustavo Borges sonha com revezamento que deu bronze ao pai

Redação Remanso News

Bahia Formaliza sua participação como Estado-Sede das Olimpiadas

Redação Remanso News

Brasileirão Série B: veja os resultados da rodada

Redação Remanso News

Tite convocará Seleção para amistosos de novembro na sexta

Redação Remanso News

Juazeirense atropela o América-RN e tem vantagem na briga pelo acesso à Série C

Redação Remanso News

Deixe um comentário