Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
32.2 C
Remanso, BR
20 de janeiro de 2020
Remanso News
  • Home
  • Destaque
  • Número de linhas de celulares tem queda de 5,5% no último ano
Destaque

Número de linhas de celulares tem queda de 5,5% no último ano

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) registrou, em abril, um total de 242,3 milhões de linhas de celulares ativas no país. O número representa uma queda de 5,5% em relação a abril do ano passado, ou 14 milhões de linhas. Entre março e abril, a queda foi 455 mil linhas, ou 0,19%.

A tecnologia 4G continua crescendo, com adição de 39,18 milhões de linhas nos últimos 12 meses, (112,31%). As linhas de dados para aplicações máquina-máquina (M2M) também apresentaram crescimento de 15,38%. As outras tecnologias apresentaram redução no número de linhas.

O número de linhas de celulares começou a cair há cerca de dois anos no país. Em maio de 2015, foram registrados 284,1 milhões de celulares e, desde então, o número começou a apresentar redução.

Segundo a Anatel, a queda do número de celulares é consequência da redução da tarifa de interconexão, que é o valorcobrado entre empresas fixas e móveis para a realização das ligações e do valor de remuneração de uso de rede, praticado entre as operadoras de celulares. Isso faz com que as pessoas não precisem ter mais de um chip para falar com números de outras operadoras. A desaceleração econômica também contribuiu para encolhimento da base de acessos móveis, segundo a agência.

Banda larga
Por outro lado, o número de acessos ao serviço de banda larga fixa continua crescendo. Nos últimos doze meses, a banda larga fixa teve uma adição de 1,39 milhão clientes, o que representa um aumento de 5,36%. Entre março e abril deste ano, o aumento foi 0,27%.

Os maiores crescimentos percentuais registrados entre março e abril foram no Ceará, com aumento de 2,31% no número de clientes; no Pará, com 2,23%; e no Maranhão, com acréscimo de 1,87%. Nos últimos doze meses, todos os estados apresentaram crescimento.

(Com informações da Agência Brasil)

Posts relacionados

Universidades estaduais decidem continuar em greve

Redação Remanso News

Remanso, Campo A. de Lourdes, Pilão Arcado, Sento Sé, Casa Nova, Sobradinho, Juazeiro e mais 200 municípios terão aumento na participação do ICMS em 2019

Redação Remanso News

Plano Progredir oferece 870 mil vagas em 50 cursos gratuitos online

Redação Remanso News

Funcionários dos Correios começam greve nesta quarta-feira (31)

Redação Remanso News

Sindicatos perdem 90% da contribuição sindical no 1º ano da reforma trabalhista

Redação Remanso News

Construção de cisternas e barreiros permitirá maior oferta de água em Campo Alegre de Lourdes

Redação Remanso News

Deixe um comentário