Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
31.1 C
Remanso, BR
23 de fevereiro de 2020
Remanso News
  • Home
  • Notícias
  • Operação “Carro Fantasma” prende ex-prefeito de Remanso, Dr. Celso, ex- secretario de finanças Arismar, vereadores e empresário
Notícias Petrolina Remanso

Operação “Carro Fantasma” prende ex-prefeito de Remanso, Dr. Celso, ex- secretario de finanças Arismar, vereadores e empresário

O Ministério Público estadual, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e da 2ª Promotoria de Justiça de Remanso (BA), deflagou na manhã de hoje (21) a operação “Carro Fantasma”, que prendeu o ex-prefeito do Município de Remanso, Celso Silva e Souza; o seu irmão e ex-secretário de Administração e Finanças Arismar Silva e Souza; seis vereadores, incluindo o presidente da Câmara de Vereadores, Cândido Francelino de Almeida; além de ex-vereadores, servidores públicos e um empresário. De acordo com os promotores de Justiça, eles estão envolvidos em uma organização criminosa instalada na Prefeitura de Remanso durante a gestão passada e são suspeitos de operacionalizar um esquema de corrupção generalizada, através de fraude em processos licitatórios, para locação de veículos para as secretarias do Município. Durante a operação, foram cumpridos 12 mandados de prisão preventiva, seis de condução coercitiva e 18 de busca e apreensão.

A operação “Carro Fantasma” tem como objetivo reprimir delitos praticados contra a administração pública, a partir de licitações e contratos realizados nos anos de 2013 e 2016. A operação aponta que, durante o período investigado, os integrantes do grupo desviaram cerca de R$ 13 milhões por intermédio da empresa JMC Construtora, Comércio e Serviços Ltda, que tem como sócio-administrador o empresário José Mário da Conceição, o Mazinho, também alvo de prisão preventiva. Além disso, segundo os promotores de Justiça, o dinheiro público foi utilizado para custear gastos particulares, dívidas de campanha e compra de apoio político. Eles registram ainda que muitos dos veículos sublocados pela JMC estavam em nome de “laranjas” e beneficiavam vereadores e outros políticos. Na manhã de hoje, também foram apreendidos documentos, celulares, computadores e veículos de luxo.

A ação contou com o apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Investigação (CSI), Centro de Apoio Operacional às Promotorias Criminais (Caocrim), Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Proteção à Moralidade Administrativa (Caopam), da Promotoria de Justiça Regional de Juazeiro, promotores de Justiça dos estados da Bahia, Piauí e Pernambuco, das Polícias Rodoviária Federal, Civil e Militar que auxiliaram no cumprimento dos mandados nos municípios de Remanso e Araci, na Bahia, São Raimundo Nonato, no Piauí, e Petrolina, em Pernambuco.

com informações: Manuela Damaceno, MP Bahia

Posts relacionados

Notícias da Cidade – Remansense será candidato a Deputado Federal em Goiás

Redação Remanso News

Coopercuc é destaque na 7ª edição da semiárido show 2017

Redação Remanso News

Reservatório de Xingó, no rio São Francisco, aumenta a média mensal de água liberada pelo reservatório

Redação Remanso News

Operadora CLARO é obrigada a oferecer cobertura em 100% das cidades da Bahia até 31 de dezembro, segundo edital de licitação

Redação Remanso News

Polícia Federal investiga fraudes ao Enem e a concursos públicos em três estados

Redação Remanso News

Segurados do INSS serão convocados para nova perícia

Redação Remanso News

Deixe um comentário