Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
32 C
Remanso, BR
21 de novembro de 2019
Remanso News
  • Home
  • Juazeiro
  • Revoltados e sem acordo, empregados da embasa vão parar de novo nesta quarta e quinta
Juazeiro

Revoltados e sem acordo, empregados da embasa vão parar de novo nesta quarta e quinta


Trabalhadores (as) da Embasa – Jequié.

Sem querer negociar um acordo com os trabalhadores até mesmo na mediação que ela pediu ao Ministério Público do Trabalho, a Embasa vai ter de explicar à sociedade porque seus empregados farão nesta quarta e quinta (dias 7 e 8) uma nova paralisação de advertência, desta vez de 48 horas (a primeira durou um dia e aconteceu em 23 de julho). Eles decidiram suspender os serviços mais uma vez para forçar a empresa a negociar o acordo coletivo deste ano, o que já deveria ter acontecido desde primeiro de maio, que é a data-base da categoria.

A empresa sabe o quanto é prejudicial para a sociedade ficar sem o funcionamento normal de atividades como ligação e religação de água, ligação e conserto de esgoto, manobras na rede de abastecimento, atendimento ao público etc. Prefere apostar no pior, segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente da Bahia (Sindae), querendo corrigir o salário pela inflação de 12 meses (5,07%) e, na outra ponta, quer impor a cobrança de 10% a mais no plano de saúde. Ou seja, toma em dobro o que deu.

É uma situação muito grave: quem vê um trabalhador da Embasa na rua não sabe que ele reflete uma empresa com alto índice de adoecimento. O Ministério Público do Trabalho impôs a ela, anos atrás, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) sobre saúde e segurança do trabalho, com 72 itens, e até hoje ela só vem cumprindo 19% do total, e destes a maior parte de forma parcial. Ela disponibiliza plano de saúde e cobra por ele, mas agora quer cobrança ainda maior, impondo o sistema de coparticipação, pelo qual o empregado também paga por cada procedimento médico. Uma cobrança dupla, em vez de melhorar as condições de trabalho.Ascom Sindae

Posts relacionados

Professores vão representar Juazeiro em Congresso Paradesportivo Internacional

Redação Remanso News

Consumidores de Juazeiro e Petrolina deixam compras de Natal para a última hora

Redação Remanso News

Após passar mal, trabalhador rural morre ao cair e ser atropelado por trator em Juazeiro (BA)

Redação Remanso News

Juazeiro: Meia Maratona Tiradentes tem inscrições prorrogadas e nova data para acontecer

Redação Remanso News

Confira o horário de funcionamento dos bancos de Remanso, Juazeiro e região durante os jogos do Brasil na copa

Redação Remanso News

Preço do feijão sobe 27% no primeiro mês de 2019 em Juazeiro-BA

Redação Remanso News

Deixe um comentário