21 C
Remanso, BR
7 de julho de 2020
Remanso News
  • Home
  • Bahia
  • 80 pessoas já morreram este ano por dengue na Bahia
Bahia

80 pessoas já morreram este ano por dengue na Bahia

Em tempos de temperaturas mais altas e forte calor, todo cuidado é pouco quando o assunto são as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti: dengue, zika e chikungunya. De acordo com especialistas da área de saúde, nessa época, o período reprodutivo do mosquito fica mais curto e ele se reproduz com maior velocidade.

Para se ter uma ideia da letalidade causada por este inseto, cerca de 80 pessoas vieram a óbito no estado por conta da dengue, de acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab). A maior parte das mortes foi registrada na cidade de Feira de Santana (12), seguida por Salvador (3) e em Paulo Afonso (2). Casos também foram registrados em outras regiões da Bahia, a exemplo do norte, centro-norte e sudoeste.

Segundo o órgão estadual, até o último dia 8 de novembro, foram notificados 65.574 casos prováveis de dengue no estado. No mesmo período de 2018, foram notificados 8.647 casos prováveis, o que representa um aumento de 658,3%. No total, 385 dos 417 municípios baianos realizaram notificação para esse agravo.

Com relação a chikungunya, a Sesab registrou oito mortes no período compreendido entre os dias 30/12/2018 e 08/11/2019. A maior parte dos registros ocorreu na cidade de Madre de Deus (3). Candeias e Feira de Santana, com dois, e Salvador, com um caso, também fazem parte da lista.

Nesse caso, foram notificados 8.656 casos prováveis de Chikungunya no estado. No mesmo período de 2018, foram notificados 4.275 casos prováveis, o que representa um aumento de 102,4%. Já com relação a zika, apesar do aumento de 107,7% no número de casos prováveis, a Sesab informou que não houve registro de óbitos pela enfermidade.

CAPITAL

Em Salvador, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o número de casos notificados de dengue aumentou em 415% em um ano, com 1.566 registros no ano de 2018 e 8.078 até agora em 2019. Já a zika teve uma elevação de 490% na capital baiana. O acréscimo mais significativo foi visto na quantidade de casos de chikungunya: mais de 2400%. Se no ano passado foram registrados “apenas” 111 casos notificados, em 2019 este índice chegou a 2.796.

Conforme o órgão municipal, Cabula/Beiru, Subúrbio Ferroviário e Barra/RioVermelho/Pituba foram os distritos com a maior quantidade de notificações este ano. Com relação ao índice de infestação predial, o bairro de Fazenda Coutos foi a localidade que apresentou o maior índice: 8,4%, seguido do Bairro da Paz (5,7%) e da regiões de Mirantes de Periperi e Nova Constituinte (5,3%).

CUIDADOS

De acordo com o Ministério da Saúde, a melhor forma de prevenção da dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros, como em vasos de plantas, pneus, garrafas pláticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

Roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia – quando os mosquitos são mais ativos – proporcionam alguma proteção às picadas e podem ser uma das medidas adotadas, principalmente durante surtos. Repelentes e inseticidas podem ser usados, seguindo as instruções do rótulo. Mosquiteiros proporcionam boa proteção para aqueles que dormem durante o dia, como bebês, pessoas acamadas e trabalhadores noturnos.

Para quem for viajar neste período e deixar a casa fechada, medidas simples podem ser adotadas como substituir a água dos pratos dos vasos de planta por areia; deixar a caixa d´água tampada; cobrir os grandes reservatórios de água, como as piscinas, e remover do ambiente todo material que possa acumular água, a exemplo de garrafas pet, latas e pneus.

Tribuna da Bahia

Posts relacionados

Posto no interior baiano vendia gasolina com mais de 90% de etanol

Redação Remanso News

Estudante baiana que criou tecnologia para filtrar água por meio da luz solar em regiões do semiárido ganha prêmio da ONU

Redação Remanso News

Golpe completa um ano e Daniel Almeida avalia: “É um desmonte total”

Redação Remanso News

Alegria e brilho nos olhos marcam entrega de cestas da LBV na Bahia

Redação Remanso News

Mulher morre atropelada no contorno da Sote

Redação Remanso News

PGE esclarece sobre situaçâo de funcionarios da EBDA

Redação Remanso News

Deixe um comentário