16 de maio de 2021
Remanso News
  • Home
  • Destaque
  • Eleitor que não fez biometria tem nova chance em Remanso e Casa Nova
Destaque Remanso

Eleitor que não fez biometria tem nova chance em Remanso e Casa Nova

O prazo definido para cadastramento biométrico nos municípios de Remanso e Casa Nova, terminou na última terça-feira (18). Mas quem não conseguiu realizar o procedimento tem mais uma chance, e pode procurar o Cartório Eleitoral após o carnaval, pois o prazo final para regularização do título e votar nas próximas eleições termina no dia 6 de maio de 2020. 

Os eleitores de 242 municípios que não responderam a convocação da Justiça Eleitoral até o dia 18 de fevereiro e, consequentemente, tiveram seus títulos cancelados, poderão – após o Carnaval – comparecer aos seus respectivos cartórios eleitorais e regularizar a situação. O período para regularização ocorrerá de quinta-feira (27/2) até o próximo dia 06 de maio, data determinada pelo Calendário Eleitoral para o fechamento do cadastro. Quem não resolver a pendência até lá, não poderá participar das Eleições Municipais 2020.  

Nos cartórios eleitorais responsáveis pelas cidades que encerraram a revisão biométrica nessa terça (18/2), o atendimento ao público está suspenso na quarta-feira (19/2), sendo mantido apenas expediente interno.

Consulte cidades que finalizaram a revisão biométrica em 18/2

Além da regularização de título, os serviços obrigatórios que serão oferecidos somente até a data 06 de maio são: alistamento eleitoral (emissão do 1º título), alteração de dados e transferência de domicílio eleitoral.

Procedimento para regularização do título

O eleitor que teve seu título cancelado deve comparecer ao cartório eleitoral ou posto de atendimento do município onde pretende votar e solicitar a regularização. Para isso, o eleitor deverá apresentar documento oficial (com foto) e comprovante de residência atualizado (emitido há, no máximo, três meses); além de pagar as multas devidas, se houver.

Atenção

No caso de mudança de nome, data de nascimento e filiação, é necessário apresentar documento que comprove a alteração (certidão de casamento, certidão de nascimento, ambas com averbação, se for o caso, bem como certidão de inteiro teor emitida pelo cartório de registro civil ou outro documento com fé pública onde conste a informação).

É recomendável que o interessado consulte previamente o cartório eleitoral que atende ao seu município, para saber se o juiz exige a apresentação de outro documento que não esteja relacionado acima. Os telefones dos cartórios estão disponíveis no portal do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).

Consulta gratuita

Se o eleitor tiver dúvida sobre a regularidade de seu documento, a consulta sobre a situação eleitoral é gratuita e está disponível no Portal do TRE-BA.

LS / Ascom TRE-BA

Posts relacionados

Acesso Negado-Game Over: Delegado da PF dá detalhes sobre operação

Redação Remanso News

Dr. Alessandro Nunes assume Presidência do PV – Partido Verde 43 em Remanso

Redação Remanso News

Ministério da Saúde e ans publicam regras para estimular parto normal na saúde suplementar

Redação Remanso News

Gestores podem ser punidos caso não enviem projeto de revisão salarial de servidores

Redação Remanso News

Assista aos vídeos com depoimento do ex-presidente Lula a Sérgio Moro

Redação Remanso News

Remansense dá aulas de dança para pessoas com deficiência em Juazeiro

Redação Remanso News

Deixe um comentário