22.9 C
Remanso, BR
12 de agosto de 2020
Remanso News
  • Home
  • Geral
  • Associação dos exportadores de frutas do Vale do São Francisco discutem cenário pós pandemia
Geral

Associação dos exportadores de frutas do Vale do São Francisco discutem cenário pós pandemia

A Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (ABRAFRUTAS) participou semana passada, do V Encontro de Exportadores do Vale do São Francisco. O Encontro teve como objetivo discutir sobre o impulsionamento das exportações de frutas do Vale do São Francisco para o mercado mundial.

Importante lembrar que o Vale do São Francisco é considerado um dos maiores polos de produção de frutas do país, principalmente voltado para a cultura de manga e uva.

A quinta edição deste encontro promovido pela Wilson.Sons, uma das maiores operadoras integrada de logística portuária e marítima do Brasil, foi transmitido pelo Youtube e teve cerca de 600 visualizações. O presidente da Abrafrutas, Guilherme Coelho, foi um dos debatedores.

A especialista comercial em exportação da Tecon-Salvador, Cléo Marian, que foi mediadora do encontro, afirmou que a exportação é uma das apostas dos economistas atuais para alavancar a economia e esse investimento será muito importante, em especial, para a fruticultura.

“Para o seguimento das frutas esse investimento será importantíssimo para regular o mercado, ter um melhor preço e, assim, obter um retorno mais justos diante dos custos de produção”, afirmou.

Presidente da Abrafrutas e também produtor de manga e uva em Petrolina, Guilherme Coelho, falou sobre a atuação da Abrafrutas como representante do setor e da preocupação dos produtores com a imagem do agro no mercado internacional, pois muitas notícias falsas tem tomado notoriedade o que acaba por prejudicar um setor que tanto coopera para o desenvolvimento do país.

“Estamos tomando providencias sobre essa situação. Precisamos nos comunicar melhor com o exterior, precisamos ser proativos e dizermos a verdade”, explicou o presidente da Abrafrutas.

Segundo Coelho, a fruticultura é o setor que mais emprega, são mais de 5 milhões de empregos diretos e o mundo precisa saber disso e de tantas outros benefícios que esse setor proporciona.

A Abrafrutas está empenhada na abertura de novos mercados para diversas frutas. Diante da exportação do melão brasileiro para a China, Coelho revela que em breve poderão estar também exportando para o mesmo mercado a uva, pois as tratativas já foram iniciadas e a pedido do próprio país asiático. “Estamos ativos e a próxima fruta a ser exportada para a China será a uva”, disse.

Sobre o cenário pós pandemia, a única certeza que o presidente da Associação tem é que o mundo passará a consumir mais frutas. O consumo per capita de frutas no Brasil é de 57 kg por pessoa ao ano e o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é de 140 kg. Coelho afirma que fruta é o alimento mais saudável e as pessoas tem se conscientizado disso, que pode ser consumida a qualquer hora, que tem para todos os gostos, de todas as cores e de todos os sabores.

O encontro também contou com a participação do CEO da Green Keeper, Alejandro Escolar e do Gerente Comercial do Tecon Salvador, Guilherme Dutra que anunciou a ampliação do terminal de Salvador no qual proporcionará ao mercado nordeste uma nova oportunidade de executar, principalmente nos processos de exportação do Vale do São Francisco, maior dinamismo e excelência nos serviços.

Site Abrafrutas

Posts relacionados

Rede social Twitter está à venda, afirma uma TV americana

Redação Remanso News

Vídeo: Ana Maria Braga revela tratamento contra 3º câncer

Redação Remanso News

Modelo Gisele Bündchen anuncia aposentadoria das passarelas

Redação Remanso News

Japonês da Federal diz que ‘Lula foi preso por uma besteira’

Redação Remanso News

Facebook deve apagar mensagens ofensivas, mas não precisa excluir perfis

Redação Remanso News

Famílias de agricultores de Petrolina já podem receber o seguro-safra

Redação Remanso News

Deixe um comentário