Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
24.7 C
Remanso, BR
17 de junho de 2019
Remanso News
Política

Isaac pode virar secretário de Rui Costa

O ex-prefeito de Juazeiro (BA) Isaac Carvalho pode ser o nome do PCdoB do governador Rui Costa (PT) em seu segundo mandato. Ao menos é isso que se diz no partido e  o que esperam os aliados de Isaac.

Respaldado em mais de 100 mil votos nas urnas, mas barrado pela lei da ficha limpa, o ex-prefeito fez o seu dever de casa política. Dos 11 prefeitos do seu partido no Estado, cinco estão na região Norte da Bahia, eleitos com sua colaboração.

Colaboração essa que já rendeu dissabores a Isaac, quando ele os acolheu em sua própria administração quando foi prefeito de Juazeiro.

Virar secretário de Rui é a única alternativa política, hoje, para Isaac Carvalho. Os mais próximos já admitem que sua ficha caiu e que as chances de ocupar um assento na Câmara dos Deputados se esvaíram.

O ex-prefeito agora depende da boa vontade do governador.

O tempo de Rui não é o mesmo tempo de Isaac. Eleito no primeiro turno com uma enorme diferença para o segundo colocado, o governador tem tempo, não tem pressa e não se sente pressionado. Aliás, Rui até deve acolher Isaac, mas deve estar de olho já na Prefeitura de Juazeiro para o seu partido. Que tem tudo, menos um nome competitivo até agora.

Por: Carlos Brito

Posts relacionados

Apoiados por Huck, grupos de renovação política buscam reinvenção e miram 2020

Redação Remanso News

Presidente do TSE afirma em processo que Lula está inelegível

Redação Remanso News

Ricardo Vélez é demitido do MEC; economista assume

Redação Remanso News

Ministro Gilberto Kassab assina ordem de serviço para pavimentação de ruas em Remanso-BA

Redação Remanso News

Oposição atribui a Prisco saída do PSC de bloco na AL-BA e fala em retaliação por perda de cargos

Redação Remanso News

Desembargador condena ex-prefeito Isaac Carvalho por contratação ilegal; Defesa diz que vai recorrer

Redação Remanso News

Deixe um comentário