Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
23.9 C
Remanso, BR
21 de julho de 2019
Remanso News
  • Home
  • Esportes
  • Dez jogos, polêmicas e indefinições marcam inferno astral de Neymar
Esportes

Dez jogos, polêmicas e indefinições marcam inferno astral de Neymar

Enquanto seu companheiro de Paris Saint-Germain, Kylian Mbappé, fez 30 partidas em 2019 (cinco pela Seleção da França), Neymar terminou o primeiro semestre com apenas 10 jogos (um pelo Brasil).

Neste mesmo período, o PSG entrou em campo 30 vezes e a Seleção Brasileira, 10. Roberto Firmino, atacante do Liverpool e da Seleção, também fez 30 jogos neste ano, nove sob o comando de Tite.

O número baixo se deve à lesão sofrida por Neymar em janeiro, uma fratura no mesmo quinto metatarso que o deixou fora de parte da temporada 2017/18. As duas lesões o tiraram das eliminações da Liga dos Campeões, primeiro para o Real Madrid e depois para o Manchester United.

Especulação

O jogador, que não se reapresentou ao PSG na data marcada pelo clube, tem especulado seu retorno ao Barcelona. Neymar, por meio de sua assessoria, diz que informou aos franceses sobre os compromissos comerciais que atrasariam sua volta a Paris.

Diante do cenário ruim, em um ano de 2019 cheio de problemas, polêmicas e problemas extracampo, Neymar acumula um primeiro semestre bem abaixo do que se esperava dele.

Em janeiro, na partida com o Strasbourg, pela Copa da França, Neymar deixou o campo no segundo tempo. Exames constataram lesão no quinto metatarso, o mesmo que ele havia fraturado em 2018.

Soco

Ele retorna após 94 dias. Na última partida do PSG na temporada, a derrota na final da Copa da França para o Rennes, quando os jogadores subiam as arquibancadas para receber a medalha de prata, Neymar agrediu um torcedor que reclamava dele e do restante da equipe francesa por ter perdido o título.

Acusação

Em meio à preparação para a Copa América, foi divulgada a notícia de que uma mulher, Najila Trindade, acusava Neymar de estupro em Paris. O crime teria acontecido na noite de 15 de maio, no hotel onde Najila se hospedava.

As investigações ainda estão em andamento e, recentemente, a delegada Juliana Lopes Bussacos, encarregada das investigações, pediu à Justiça mais tempo para concluir o inquérito.

Na única partida que disputou pela Seleção no ano, o amistoso contra o Catar, ficou em campo 16 minutos até sair machucado. Após exames, o atacante foi cortado do elenco que venceu a Copa América.

DN

Posts relacionados

Com apagão no Barradão, Vitória vence River e se classifica para semifinais do Nordestão

Redação Remanso News

“Acho que já sou o maior lutador de todos os tempos”, diz Jon Jones

Redação Remanso News

Morumbi receberá a abertura, e decisão da Copa América 2019 será no Maracanã

Redação Remanso News

Copa do Brasil Sub-17 tem jogos alterados

Redação Remanso News

Remansense é convocado para a Seleção Brasileiro Sub 16

Redação Remanso News

Jogadores preparam apresentação sobre arbitragem para a comissão técnica

Redação Remanso News

Deixe um comentário