24.1 C
Remanso, BR
5 de julho de 2020
Remanso News
  • Home
  • Brasil
  • Em quatro estados, 2,5% de soltos na pandemia voltaram a ser presos
Brasil

Em quatro estados, 2,5% de soltos na pandemia voltaram a ser presos

Dos presos que deixaram a cadeia desde março em razão da pandemia do novo coronavírus, cerca de 2,5% voltaram a ser encarcerados, segundo dados colhidos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em quatro estados: Minas Gerais, Ceará, Alagoas e Rio Grande do Sul.
A reentrada de presos no sistema prisional, quando a pessoa volta a ser presa por cometer novos crimes ou desrespeitar as regras de soltura, está abaixo da taxa de retorno normal, que ficou em 42,5% entre 2015 e 2019 para todo o Brasil, segundo o órgão.
Pouco depois da chegada da pandemia ao Brasil, em 17 de março, o CNJ editou uma recomendação para que todos os juízes revisassem a necessidade de manter presas pessoas em grupos de riscos para a covid-19, antecipando saídas dos regimes fechado e  semiaberto ou revisando prisões provisórias para crimes não violentos, por exemplo. Até o momento, 32,5 mil presos foram beneficiados, cerca de 4% de toda população carcerária.
Em Minas Gerais, das 8.340 pessoas soltas em função da pandemia até o início de maio, 187 voltaram para a ser presas em decorrência de novos acontecimentos, taxa de 2,2% de retorno. No Ceará, de 2.139 soltos, 39 (1,82%) foram presos novamente. Em Alagoas, dos 402 beneficiados, um retornou à prisão (0,2%). No Rio Grande do Sul, a taxa de retorno ficou em 1,1% entre os soltos em março e abril.

Por: Agência Brasil

Posts relacionados

Em 2014, havia 554 mil crianças de 5 a 13 anos trabalhando, aponta IBGE

Redação Remanso News

Custo da energia elétrica aumenta 60% em 12 meses

Redação Remanso News

Ministro de Temer: Geddel quer Lula para ajudar a governar: ‘Tenho certeza que vai contribuir’

Redação Remanso News

Câmara aprova proibição de coligações e cláusula de barreira

Redação Remanso News

Bolsonaro anuncia que Ministério do Trabalho será extinto

Redação Remanso News

Temer indica que pode desistir de reeleição e diz que chance de ser destituído é zero

Redação Remanso News

Deixe um comentário