Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
30.5 C
Remanso, BR
16 de junho de 2019
Remanso News
  • Home
  • Esportes
  • Palmeiras repete estratégia para ser líder com folga no Brasileiro
Esportes

Palmeiras repete estratégia para ser líder com folga no Brasileiro

Líder isolado da Série A, o Palmeiras de Luiz Felipe Scolari mantém o estilo revelado na campanha vitoriosa de 2018. Com menos posse de bola em relação a quase todos os adversários, o time alviverde consegue ser letal no ataque para se manter invicto.

Nos seis duelos do atual Campeonato Brasileiro, o Palmeiras só tomou as rédeas diante do Fortaleza, no Allianz Parque, quando venceu por 4 a 0. Em todos os outros, a equipe palmeirense entregou a bola para o rival e buscou triunfos por meio de uma transição rápida e uma alta performance nas conclusões – o time paulista teve menos posse de bola que o CSA na 2ª rodada, mas o jogo terminou empatado por 1 a 1.

Felipão montou estratégia que tem dado certo no VerdãoCesar GReco/Agência Palmeiras

O ápice desse estilo foi colocado em prática contra o Santos, na 5ª rodada. Mesmo na condição de mandante no Pacaembu, o Palmeiras teve, segundo números do Footstats, 35% de posse de bola e menos da metade dos passes trocados pela equipe de Jorge Sampaoli (190 a 432). Ainda assim, os palmeirenses venceram por 4 a 0.

Para derrotar o Inter no Allianz, o Palmeiras teve a bola por 41% do tempo de jogo. A postura contribui para que o líder apareça apenas na 13ª posição entre os times com mais finalizações na competição. O Santos lidera o fundamento. Apesar do cenário, o Palmeiras é dono do melhor ataque do torneio, com 14 gols.

Esse jeito de se portar em campo também foi a linha de trabalho do Corinthians de Fábio Carille, em 2017, na campanha de 1º turno quase perfeito do time do Parque São Jorge.

O Palmeiras de Felipão mostra aspectos distintos em relação à equipe alviverde treinada pelo técnico Cuca, que no ano de 2016 deu a volta olímpica ao fim do Brasileirão.

O time que tinha Gabriel Jesus no ataque buscava a manutenção da bola para vencer as partidas.

DN

Posts relacionados

Juazeirense participa do lançamento do Baianão 2019 e estreia no torneio dia 20 de janeiro

Redação Remanso News

Juazeirense fará apresentação de elenco para temporada 2019 em evento nesta quinta-feira

Redação Remanso News

Fase preliminar do Nordeste 2018 tem jogos já definidos pela CBF

Redação Remanso News

Santos leva punição da Libertadores pela escalação de Sánchez e promete apelar decisão

Redação Remanso News

Três times baianos empatam nos primeiros jogos do mata-mata da Série D

Redação Remanso News

Cuca relata papo no intervalo, exalta reação e diz que dava para virar

Redação Remanso News

Deixe um comentário