Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
30.7 C
Remanso, BR
25 de agosto de 2019
Remanso News
  • Home
  • Esportes
  • Palmeiras repete estratégia para ser líder com folga no Brasileiro
Esportes

Palmeiras repete estratégia para ser líder com folga no Brasileiro

Líder isolado da Série A, o Palmeiras de Luiz Felipe Scolari mantém o estilo revelado na campanha vitoriosa de 2018. Com menos posse de bola em relação a quase todos os adversários, o time alviverde consegue ser letal no ataque para se manter invicto.

Nos seis duelos do atual Campeonato Brasileiro, o Palmeiras só tomou as rédeas diante do Fortaleza, no Allianz Parque, quando venceu por 4 a 0. Em todos os outros, a equipe palmeirense entregou a bola para o rival e buscou triunfos por meio de uma transição rápida e uma alta performance nas conclusões – o time paulista teve menos posse de bola que o CSA na 2ª rodada, mas o jogo terminou empatado por 1 a 1.

Felipão montou estratégia que tem dado certo no VerdãoCesar GReco/Agência Palmeiras

O ápice desse estilo foi colocado em prática contra o Santos, na 5ª rodada. Mesmo na condição de mandante no Pacaembu, o Palmeiras teve, segundo números do Footstats, 35% de posse de bola e menos da metade dos passes trocados pela equipe de Jorge Sampaoli (190 a 432). Ainda assim, os palmeirenses venceram por 4 a 0.

Para derrotar o Inter no Allianz, o Palmeiras teve a bola por 41% do tempo de jogo. A postura contribui para que o líder apareça apenas na 13ª posição entre os times com mais finalizações na competição. O Santos lidera o fundamento. Apesar do cenário, o Palmeiras é dono do melhor ataque do torneio, com 14 gols.

Esse jeito de se portar em campo também foi a linha de trabalho do Corinthians de Fábio Carille, em 2017, na campanha de 1º turno quase perfeito do time do Parque São Jorge.

O Palmeiras de Felipão mostra aspectos distintos em relação à equipe alviverde treinada pelo técnico Cuca, que no ano de 2016 deu a volta olímpica ao fim do Brasileirão.

O time que tinha Gabriel Jesus no ataque buscava a manutenção da bola para vencer as partidas.

DN

Posts relacionados

Novos dirigentes da Fifa são detidos na Suíça, afirma The New York Times

Redação Remanso News

Baiana Ana Marcela é eleita a melhor nadadora do mundo pela terceira vez

Redação Remanso News

Final com torcida única tem grande procura de ingressos por parte dos torcedores do Bahia

Redação Remanso News

Brasil vence Itália e conquista terceiro ouro olímpico no vôlei masculino

Redação Remanso News

Luiz Gustavo Borges sonha com revezamento que deu bronze ao pai

Redação Remanso News

Futebol: Kaká anuncia aposentadoria como jogador

Redação Remanso News

Deixe um comentário