Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
25.3 C
Remanso, BR
25 de fevereiro de 2020
Remanso News
  • Home
  • Bahia
  • Bahia tem 16 focos de queimadas em unidades de conservação
Bahia

Bahia tem 16 focos de queimadas em unidades de conservação

A Bahia possui 16 focos de queimadas distribuídos em três unidades de conservação estaduais e federais. A informação integra uma listagem do Programa de Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Segundo o relatório, a Área de Proteção Ambiental (Apa) Rio Preto, localizada nos municípios de Formosa do Rio Preto, Santa Rita de Cássia e Mansidão, possui 10 focos de queimadas. Já a Apa Lago de Sobradinho, nos municípios de Casa Nova, Remanso, Pilão Arcado, Sento Sé e Sobradinho, tem 1 foco de queimada registrado. Ambas as áreas são estaduais.

O levantamento ainda aponta a parte localizada na Bahia do Parque Nacional de Itatiaia, unidade de conservação federal, como uma área que possui 5 focos de queimadas.

Por meio de nota, a assessoria de comunicação do Instituto Do Meio Ambiente E Recursos Hídricos (Inema) afirmou que “o programa Bahia sem Fogo, é coordenado pela Sema [Secretaria do Meio Ambiente] e INEMA, que já vem fazendo ações de fiscalização e monitoramento desde 2007, em todo o estado da Bahia”. O órgao também afirmou que trata-se de focos de calor e não incêndios florestais.

Confira abaixo nota na íntegra:

Conforme sua solicitação, é importante frisar que o programa Bahia sem Fogo, é coordenado pela Sema e INEMA, que já vem fazendo ações de fiscalização e monitoramento desde 2007, em todo o estado da Bahia. 

Conforme os dados do INPE, a Apa Rio Preto hoje possui 10 focos de calor, isso não quer dizer que são focos de incêndios florestais. Essa Apa está localizada entre Formosa do Rio Preto e Santa Rita de Cassia.
Já a Apa de Sobradinho em Juazeiro aparece com 1 foco de calor, também pelo monitoramento do Inpe.
É importante ressaltar que os satélites do Inpe, apontam os focos de calor, isso não quer dizer que são incêndios florestais.

Aumento em 61%

Na sexta-feira (23), o BNews revelou que os focos ativos de queimadas registrados na Bahia sofreram um aumento de 61% neste ano, em relação ao mesmo período do ano passado, entre os meses de janeiro e agosto. O dado foi levantado com base em números públicos do Programa de Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Segundo o relatório, foram localizados, até a sexta, 2.254 focos ativos de queimadas no estado, contra 1.393 focos ativos em 2018. Neste ano, o mês que registrou o maior número de focos foi março, com 475 ativos.

 BN, por Pedro Vilas Boas

Posts relacionados

Juazeiro: Anunciado como convidado em evento com José Ronaldo, ACM neto não comparece e gera crise

Redação Remanso News

Governador Rui Costa Adoece e Não Vai ao Bonfim

Redação Remanso News

Prefeituras da Bahia tem Até 31 de Março para Apresentar Dados do Exercício Financeiro de 2014

Redação Remanso News

Dados do IBGE 2018 apontam que cidades da Bahia perdem habitantes e entre elas Juazeiro

Redação Remanso News

Bandidos fortemente armados explode agência bancária com dinamite no norte da Bahia

Redação Remanso News

Secretaria de cultura convoca classe artística para reunião

Redação Remanso News

Deixe um comentário