31.1 C
Remanso, BR
5 de abril de 2020
Remanso News
  • Home
  • Política
  • Governadores, deputados e senadores condenam pronunciamento de Bolsonaro
Política

Governadores, deputados e senadores condenam pronunciamento de Bolsonaro

pronunciamento nacional de rádio e televisão feito pelo presidente Jair Bolsonaro na noite desta terça-feira (24) foi recebido por uma série de críticas de políticos no Twitter. No discurso, Bolsonaro criticou a quarentena imposta por Estados pelo coronavírus e defendeu a volta do País à “normalidade”.

Para o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), apontado como possível adversário de Bolsonaro nas próximas eleições presidenciais, o pronunciamento “mostra que há poucas esperanças” de que o presidente “possa exercer com responsabilidade e eficiência a Presidência da República”. “Os danos são imprevisíveis e gravíssimos”, criticou. Dino anunciou também que manterá no Maranhão “todas as providências preventivas e de cuidado em face do coronavírus”.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), afirmou que Bolsonaro é “desconectado das orientações dos cientistas do mundo e das ações do Ministério da Saúde”. Casagrande afirmou que o presidente “confunde a sociedade, atrapalha o trabalho nos Estados e municípios, menospreza os efeitos da Pandemia”. “Mostra que estamos sem direção”, tuitou.

A líder do PSL na Câmara e ex-líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (SP), chamou o presidente de “irresponsável, inconsequente e insensível” e que ele “erra e se orgulha do erro estúpido”.

A deputada Sâmia Bomfim (PSOL-SP) afirmou que o discurso foi “gravíssimo” e põe “todo o País em risco” . O deputado David Miranda (PSOL-RJ) afirmou que o discurso “impõe uma tarefa de sobrevivência a todos”. “É uma questão de vida ou morte derrubá-lo. É tirar Bolsonaro para salvar o País”, afirmou.

Para o deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), a fala foi “uma calamidade política, desrespeita orientações da comunidade científica, das ações do ministro da Saúde, do planeta”.

O deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) disse que o pronunciamento presidencial foi “uma postura irresponsável num momento que exige seriedade máxima”. O líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), tuitou que Bolsonaro “passou de todos os limites” e que “agora é hora de o Congresso agir”.

O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) escreveu que Bolsonaro, “com suas palavras irresponsáveis, demonstra total desprezo por quem pode morrer”. O senador Angelo Coronel (PSD-BA) escreveu que Bolsonaro “está brincando com a saúde do povo brasileiro”.

Por Estadão Conteúdo

Posts relacionados

Mais de 90% dos deputados tentarão a reeleição em outubro

Redação Remanso News

Sede do PV Bahia tem energia Cortada por Falta de Pagamento, Segundo Deputado

Redação Remanso News

Escoltado pelo Exército, Jair Bolsonaro vota no Rio

Redação Remanso News

Se eles não querem a paz, nós sabemos brigar também, diz Lula

Redação Remanso News

Juazeiro: Ex- Deputado Pedro Alcântara será candidato a vereador 2016

Redação Remanso News

Bolsonaro: “Só não vamos fazer pacto com o diabo”

Redação Remanso News

Deixe um comentário