21 C
Remanso, BR
7 de julho de 2020
Remanso News
  • Home
  • Esportes
  • Neymar é cobrado em R$ 88,1 milhões pelo governo na Justiça, diz revista
Esportes

Neymar é cobrado em R$ 88,1 milhões pelo governo na Justiça, diz revista

O governo brasileiro cobra R$ 88,1 milhões do atleta Neymar na Justiça. A informação foi publicada pela Revista Época nesta quarta-feira.

De acordo com a publicação, as dívidas do jogador se acumulam desde 2012, quando ainda jogava no Santos, por R$ 250 mil não pagos em impostos. Nos anos seguintes, somando multas e outros impostos pendentes, o valor já atinge a casa de R$ 88,4 milhões.

O processo contra o atacante do PSG corre em Santos. A Procuradoria-Geral da Fazenda chegou, inclusive, a pedir bloqueio dos bens de Neymar, seus pais e três empresas do atleta em outubro deste ano.

A Justiça Federal, contudo, negou o pedido do governo. Conforme reproduz a publicação, o juiz justificou que não foi “apresentada ou comprovada qualquer situação que justifique a medida”.

Há um processo anterior de cobrança do governo em relação ao jogador, este na cidade de São Paulo, que determinou a indisponibilidade de bens de Neymar no valor de R$ 193 milhões. Segundo a revista, esse bloqueio está válido até hoje.

Dentro de campo, Neymar voltou de lesão na última sexta-feira, atuando na vitória contra o Lille pelo Campeonato Francês e no empate contra o Real Madrid pela Champions League. O próximo compromisso do PSG é diante do Monaco, neste domingo.

ESPN.com.br

Posts relacionados

Guto Ferreira comemora chegada de novos reforços e elogia Cajá: “Fez sua melhor partida”

Redação Remanso News

Para classificar em primeiro, Atlético-MG precisa vencer hoje, na Libertadores

Redação Remanso News

No Twitter, Juazeirense provoca o Vasco e aponta favorecimento aos cariocas: “Aquela ajudinha”

Redação Remanso News

Juazeirense perde para Confiança na estreia da Série C

Redação Remanso News

Sul-Americano: Brasil vence Colômbia por 2 a 1

Redação Remanso News

Recuperado, Marinho será Reforço contra o Fluminense

Redação Remanso News

Deixe um comentário