22.1 C
Remanso, BR
23 de fevereiro de 2024
Remanso News
  • Home
  • Casa Nova
  • Pesquisa Desenvolvida Por Estudantes De Casa Nova Aponta Alternativa Viável Para Dessalinização Da Água No Sertão Baiano
Casa Nova

Pesquisa Desenvolvida Por Estudantes De Casa Nova Aponta Alternativa Viável Para Dessalinização Da Água No Sertão Baiano

Com o objetivo de apresentar tecnologias alternativas no processo de dessalinização para o abastecimento de água de comunidades no semiárido nordestino, estudantes do Colégio Estadual de Casa Nova, localizado no município de Casa Nova, desenvolveram a pesquisa “Dessalinização urgente no sertão baiano”. Para isso, além da investigação em artigos científicos sobre a seca no semiárido, eles visitaram o Açude de Pedra, no Sítio Riachão, na zona rural da cidade, que possui açudes com água salobra. Lá eles entrevistaram moradores sobre as dificuldades do consumo de água e apontaram alternativa para o problema.

Mateus Aislan Silva, 15, 1º ano, falou sobre a importância da pesquisa para ajudar a comunidade e o meio ambiente, visto que o dessalinizador não está funcionando. “Após pesquisas, a forma que a gente viu para ajudar os moradores foi sugerir a dessalinização solar, porque a dessalinização por osmose reversa, que possui na comunidade, é um processo muito caro de ser mantido e os moradores da localidade são de baixa renda. Os resíduos do sal, que causam impactos ambientais, podem ser utilizados na alimentação dos caprinos, pois ajudam na formação dos ossos e no bom funcionamento do intestino”.

Já Sabrina Vitória Silva, 15, 1º ano, explicou sobre a dessalinização da água. “O processo de dessalinização envolve a remoção do sal da água salgada/salobra e sua filtragem para produzir água potável de qualidade. Nós pesquisamos sobre outros processos e vimos que a dessalinização solar seria melhor, pois possui um baixo custo, tanto na implantação, quanto na manutenção. Como moramos no sertão baiano, onde o sol é em abundância, este método seria mais viável”.

Segundo a professora e orientadora da pesquisa, Andréa Araújo, o trabalho impactou cada integrante do grupo. “O projeto é de grande importância, pois foi observado que é possível propor soluções para os problemas da região através do conhecimento adquirido em sala de aula. Eles desenvolveram pesquisas sobre dessalinização e reconheceram a importância de divulgar novas propostas para sanar o problema da seca no semiárido baiano”, afirmou.

O projeto foi classificado em 3º lugar, na categoria Ciências Biológicas da feira de ciências do colégio, bem como foi inscrito na feira de ciências do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão), em Petrolina – PE. Além disso, a pesquisa foi apresentada nas etapas Territorial e Estadual da 11ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (Feciba).

Fotos: Divulgação

Fonte: A Notícia do Vale

Publicidade

Posts relacionados

Casa Nova: Prefeito surpreende ao orientar cidadão a fiscalizar atos e cobrar melhorias do gestor

Redação Remanso News

Casa Nova proíbe festas e acesso a repartições sem atestado de vacina

Redação Remanso News

Casa Nova: Asfalto novo, iluminação e pavimentação deve levar milhares de pessoas aos festejos de Pau a Pique; confira as atracões

Redação Remanso News

Medidas mais rígidas passam a valer para Casa Nova e mais 14 municípios baianos

Redação Remanso News

Casa Nova: Suspeito de aliciar menores para cometer roubos é preso

Redação Remanso News

Empreendimentos solidários atendidos pelo Cesol-SSF em Casa Nova

Redação Remanso News

Deixe um comentário